segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Fronteiras: Segura/Piedras Albas

Nas margens do rio Erges encontra-se a fronteira entre Segura e Piedras Albas, em pleno Parque Natural do Tejo Internacional. Trata-se da primeira fronteira entre a Beira Baixa e a Extremadura espanhola e a via de ligação natural entre as cidades de Castelo Branco e Cáceres.

O rio Erges (Eljas em espanhol) faz de limite natural entre ambos os dois estados numa boa parte do limite entre o distrito de Castelo Branco e a província espanhola de Cáceres. O rio forma um vale que rompe a monotonia da peneplanície que se extende a ambos os lados da fronteira, percorrendo a região entre encostas e pequenas gargantas antes de desaguar no Tejo.

No entanto, as antigas alfândegas ficam ainda situadas longe uma da outra, já que ambas as aldeias distam uma da outra nove quilómetros. É por isso que a alfândega espanhola, hoje abandonada, fica no entroncamento entre a EX207, que liga a localidade com a fronteira, com a EX117. A alfândega portuguesa, muito mais próxima, fica a meio quilómetro do limite fronteiriço.

Apesar desta fronteira não ter muito trânsito rodoviário, trata-se de uma antiga via de comunicação muito antiga e importantíssima. Estamos a falar, em efeito, da antiga via romana que ligava Emerita Augusta, actual Mérida, com Bracara Augusta, actual Braga. Daí a importância das pontes para comunicar territórios que ficavam isolados devido às encostas íngremes existentes nos vales dos rios. É o caso da ponte romana da vizinha Alcântara, um magnífico exemplo de arquitectura civil romana, e que tem sido usada no imaginário político espanhol para mostrar a grandeza da pátria em inúmeros livros escolares. Mas também é o caso desta fronteira, que continua a estar situada sobre a ponte romana de Segura, pela qual passava esta via romana antes de se dirigir à cidade de Egitânia, actual Idanha-a-Velha, onde foram encontrados imensos restos arqueológicos da época romana e posteriores, sendo que a aldeia pode-se dizer que é mais um museu ao ar livre.

Hoje esta via é apenas uma via de comunicação entre aldeias pacatas, calmas, onde o sossego é a norma.

Foto 1. Fronteira portuguesa vista do lado de Espanha.
Foto 2. Segura vista da parte espanhola da fronteira.
Foto 3. Fronteira espanhola vista do lado português.
Foto 4. Rio Erges visto da ponte (lado Sul).
Foto 5. Marco fronteiriço no meio da ponte.
Foto 6. Rio Erges e Segura vistos da ponte (lado Norte).
Foto 7. Azenha no rio Erges, no lado português.
Foto 8. Fronteira portuguesa vista da ponte.
Foto 9. Ponte romana de Segura (limite fronteiriço).
Foto 10. Ponte romana de Alcântara, na via entre Mérida e Braga (a 18 km. do limite fronteiriço).


Ver Fronteira de Segura num mapa maior

Mapa 1. Mapa de situação.