quarta-feira, 18 de março de 2009

Curiosidades fronteiriças: Fronteira Galegos/La Fontañera (Fontanheira)

Curiosidades na Raia há muitas. Mas poucas como esta da fronteira entre Galegos e La Fontañera (Fontanheira). Fontanheira é uma dessas aldeias fundadas por povoadores portugueses a partir do século XVIII como consequência de uma situação demográfica que favoreceu a ocupação das terras raianas vizinhas que na altura estavam desertas. É por isso que a aldeia faz parte hoje do grupo de aldeias que ainda conservam a nossa língua portuguesa.

A "fronteira" entre Galegos e Fontanheira não existe praticamente. Não há nenhum indicador que nos diga quando passamos de um país para outro a não ser a mudança do piso na estrada. Como é uma fronteira local, as estradas não são lá muito boas, mas perfeitamente transitáveis para ligeiros. Fontanheira é quase uma aldeia-rua, isto é, uma aldeia cujo casario se distribui ao longo da estrada, que faz de rua principal. O feitio das casas é uma mistura entre a casa alentejana e alguns traços próprios da Extremadura espanhola, região na que, afinal é onde se encontra.

A particularidade desta fronteira é que acaba súbitamente... na última casa. Lá ondeiam as bandeiras de Portugal e Espanha a indicar este facto. Mas há mais. Do outro lado da rua há outra casa que sirve como alojamento rural. A sua proprietária quis ampliar a cozinha para dar mais conforto à casa. Sem pensar duas vezes, tirou o marco fronteiriço e avançou dois metros além. Nenhuma fronteira ia impedir que a sua cozinha fosse maior! Só que segundo a Comissão de Limites isto é totalmente ilegal porque se qualquer um faz isto, daqui a pouco podemos ir avançando uns metros aqui e acolá e ou Portugal desaparecia ou ficava noutro lugar diferente. Como o caso não foi lá muito grave, afinal não teve quaisquer consequência. Hoje, quem ficar alojado lá (não faço publicidade gratuita) pode dormir na sua cama na Extremadura espanhola, no concelho de Valência de Alcântara (Cáceres) e sair para fora para tomar um suminho fresco na freguesia de Galegos, concelho de Marvão, no distrito de Portalegre, no Alentejo,... em Portugal!

Mas que melhor do que umas fotografias para ilustrar isto. Como sempre lá ficam para prazer dos meus leitores que sei que são muitos. Tudo para eles!

Foto 1. Marco fronteiriço que foi movido a causa da ampliação de uma cozinha! (Visto do lado de Portugal)
Foto 2. Outro marco fronteiriço junto do estabelecimento de alojamento rural.
Foto 3. Bandeiras portuguesa e espanhola ondeiam no limite (a parede é a fronteira).
Foto 4. Casa de alojamento rural com formas típicas alto-alentejanas como as chaminés.
Foto 5. Outro marco fronteiriço visto do lado de Espanha.


Ver mapa maior

Mapa 1. Mapa com linha que segue a posição exacta dos marcos fronteiriços apresentados nas fotografias.

Sem comentários:

Enviar um comentário